Somente Jesus, isto é Natal!

Jesus é a razão do Natal

Não, Papai Noel não existe! Também não existe presente para os bons! Amor não se demonstra numa caixa de presente, isto é ideias erradas de um verdadeiro Natal. Simbolismos que apaga o verdadeiro sentido da maior história de amor. De um Rei que deixou seu reinado, junto ao seu pai, para defender seu povo, mesmo sabendo que estas pessoas tinham por rejeitar, por coisas tão banais. Que deixou seu trono de glória para trazer paz para toda a eternidade.

“Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz; para que se aumente o seu governo, e venha paz sem fim sobre o trono de Davi e sobre o seu reino, para o estabelecer e o firmar mediante o juízo e a justiça, desde agora e para sempre. O zelo do SENHOR dos Exércitos fará isto.” Isaías 9:6-7

Então por qual motivo nos atrevemos a vangloriar um conto de fadas de Papai Noel? E colocamos fantasia, levamos no Shopping, todas estas alegorias para nossos filhos? Porque parece ser fácil a ideia que podemos ser bom o bastante. Bons meninos levam presentes. Bons?! Porque é simples dar presentes em vez de presença. Bem menos complicado do que mudar o errado, esquecer tudo por uns dias, nossa indiferença, arrogância, ao depositarmos moedas em caixas de Natal, darmos cestas aos necessitados e presentes para criancinhas carentes. “Isto dará a mim uma capa nova, de bom!”

Será? Tenho minhas dúvidas aos sentimentos afloráveis de redenção “vazia” de final de ano, de promessas sem sentido e de histórias de Papai Noel. Porque mascara desamor ao próximo, pessoas vazias, pais omissos, e todas estas mazelas humanas. Papai Noel nada tem com o Natal a não ser esconder a gula,  consumismo desenfreado e a falta de amor ao próximo, cria ideologias baratas que você é “bom” ao estar dando um agradinho a alguém, não importando se no decorrer do ano você se quer vai se lembrar. É como um desapego de consciência para os “erros do ano inteiro, se não uma vida”.

Jesus é o sentido do Natal, que nada tem com as histórias por aí ditas, um cordeiro santo que preenche o vazio com Graça. Amor ao próximo incondicional, que não se descreve nos calendários. Algo que se faz não para ser bom, mas porque é o bem, o ser humano, o próximo é parte nossa. É a certeza do zelo do Senhor. Natal é bem mais lindo que vitrines enfeitadas, bem mais gostoso que cookies, chocolate quente e tantas outros aperitivos. Natal é sim família, mas também é certeza de que não se está só, quando não se tem mais ela.  Não, não somos bons, erramos tanto, bem mais do que de vez em quando, mas mesmo assim, Ele nos amou.

grace

E o maior presente é Jesus, graça para nossa vida!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s