Boas sementes … doces frutos.

Imagem

Ouvi um depoimento de um amigo assustado, ele repórter cinematográfico, teve álcool jogado por um manifestante, enquanto ele, trabalhando, fazia cenas de um protesto de estudantes. Porém nada me assustou mais do que depoimentos deixados por alguns na página que falava sobre matéria. “Só algumas gotas de álcool e o burguês fez escândalo.” Até quando vai o desamor, a falta de respeito e de consciência? Complicado entender isso, mas está bem mais aparente do que pensamos, capítulos de algo muito grave que vem acontecendo.

Boa Índole não é para ser manchete de jornal

Sou realmente contra matérias sobre pessoas que encontram coisas e devolvem. “Nossa, ele é desempregado, achou dinheiro e devolveu.” Mas precisa fazer, porque infelizmente este “jeitinho brasileiro”, colocado muito bem pelo antropólogo Roberto Damatta gerou frutos, coisa ruim. Gente que coloca culpa no sistema e no outro, e ficam exemplos o que é para ser cotidiano.

Recebi muitos emails, e comentários, com críticas pesadas quando falo que não sou a favor das manifestações. Não sou contra a ação popular, pelo contrário, muito a favor, da democracia inteligente também. Mas não sou chegada a gente “aparecida de redes sociais”, nem de falsos demagogos, nem de massa de manobra. Ações barbáries, falta de respeito e tão pouco de gente alienada, fala demais e faz coisa alguma. Que continua não respeitando a faixa de pedestre, que vende o voto na eleição, que se vende baratinho no cotidiano.

Que fruto azedo é a falta de respeito

Teve uma cunhada que precisou de última hora de uma substituta para acompanhar por um dia crianças do quarto ano.Por horas fiquei triste com alguns ditadores infantis. Era só direcionar os pequenos, um só intervalo. E que complicação virou a educação, seja na escola particular ( de luxo como tenho prima que dá aula) a pública. Alunos que não respeitam pais, porque nunca tiveram limites, tão pouco vai respeitar o professor, o colega e tão pouco vai respeitar um profissional que trabalha também.

Nossas crianças e jovens estão ficando mais “burrinhas”? Mais “complicadinhas”, mais desorientadinhas”? Sei não, é forte dizer assim, mas é complicado tomar conta dos nossos filhos como as coisas estão, imagina dos filhos dos outros. Sim, a anarquia foi contestada pela sua própria falta de centro, e tantos ideais que foram contestados, mas nenhum tem sido esta com redes sociais aflorada, informação universalizada, e não se tem uma direção. E tem-se a desordem. E psicólogos, pedagogos e cidadãos se perguntam, “o que dá para fazer?”

Flores e frutos da estação

Que vale ser um bom médico, um bom advogado, um bom pedreiro, se não for um excelente ser humano? E quantos deixaram de acreditar nisso? Boa índole, boa conduta, bom caráter. Lamento mas me envergonharia e ficaria triste se testemunhasse um filho meu num post racista na Internet, numa agressão covarde seja num Facebook. Ficaria quebrada se ele com uma camisa enrolada no rosto, escondendo a face, para colocar fogo, danificar patrimônio público,  jogando álcool em um homem de família. Nomes as sementes, nomes ao fruto, porque não há nada mais covarde e desumano do que também o anonimato. Gente que se escondem atrás de personagens virtuais, fakes, de fantasias, de histórias e desculpas. E a culpa é também de pais, porque uma semente dá seus frutos de acordo com a sua essência. E o ser humano tem muito é do seu meio, do Sol que o disciplina, da fluxo da água que o direciona.  Seu filho mimado é o sem noção, o sem educação, o egoísta, o fútil e o que faz o inútil.

A crítica é pesada, mas o mundo que avança em rede social, cada dia mais é antissocial. Se aproximam em Face, Whatsapp, Instagram e se separam em mundos vazios e egocêntricos. E dos joios…separam trigos.

Um repúdio a covardia, mascarada ou não.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s