Macacão importado para bebê

Um dia destes coloquei o artigo aqui com os principais itens, com tradução, que mais são buscados na hora de fazer o enxoval do bebê no exterior, seja importando pela Internet, encomendado de quem mora lá fora ou está em viagem. Informações deste assunto são as mais procuradas na página, além de dúvidas que chegam nos comentários, que respondo direto por email.

E na hora de fazer o enxoval, os macacões (rompers,one- piece, overall em inglês, mono,combinaison, termos para quem vai sondar por lojas na Europa) são importantes. Isto porque nos primeiros dias, principalmente dependendo da estação do ano que o pequeno for nascer, como outono e inverno, é a roupa que eles mais usam, por serem práticas, confortáveis e claro quentinhas. ( A temperatura deles não é igual a nossa, sem exageros, mas é bom ter cuidado).

Mas os modelos que se vendem lá fora podem ser muito diferente dos nossos tradicionais, se a variedade por aqui já é tamanha, no mercado americano e europeu também. Uma linha que acho bem interessante é a Baby Gap.  Entre muitas, ela é uma fofa, então vou usar três peças para mostrar os detalhes que podem fazer grande diferença. Considero esta marca, pela beleza, pelos modelos originais e também durabilidade que é incomparável.

Balãozinho”, veste como camiseta e fecho nas pernas (legs open)

Image

Detalhes que podem fazer a diferença, neste modelo, se não tiver um elástico no pezinho do macacão, vai ficar saindo do pé do bebe, deixando até desconfortável aos recém-nascidos.Os três botões ou o colarinho com subcorte em V ajuda a vestir com mais facilidade.

Image

Botões ou zíper na transversal (side open)

Image

O modelo mais usual, principalmente para os recém-nascidos (newborn), os que tem zíper torna o trabalho bem mais prático, principalmente nas trocas noturnas. A vantagem está nas mangas que vira luvinha.

Abertura nas costas, “europeu”,

Image

A maioria dos modelos de marcas europeias tem este tipo de fecho, como a francesa Orchestra e Obaibi que tem uma linha bem parecida com a Baby Gap. Tem uma explicação boa, principalmente no inverno, que lá é “gelado”, é possível trocar o bebê sem descobrir o seu peitoral, não é tão prático. E quando são maiores, os bebês podem se movimentar, sentar por exemplo, com mais flexibilidade, a roupa fica no lugar, não sobe como outros modelos, interessante.

Image

Image
Por baixo aquelas mantas de algodão bem prática para o dia-a-dia, este é um modelo da Carters, mas há várias marcas que fazem os conjuntos, como a Bon Bébé, para se usar no dia-a-dia, como cobertor ou mesmo para cobrir carrinho e trocadores. São levinhas, para o clima mais tropical.

ImageTermos usuais com tradução

Listras – stripes
Xadrez – plaid
Bolinhas – dots
Veludo – velvet
Algodão – cotton
Poliéster – polyester
Atoalhado – towel fabric
Malha aveludada – fleece
Lã,linha -wool
Estampado desenho  (Mickey por exemplo) – cartoon print/pattern design

Como é volta as aulas, mas muitos também compram para o enxoval do bebê, as mochilinhas da Baby Gap, lindas e divertidas. Como é uma fast fashion sempre tem um modelo novo.

Image

O melhor destas peças é depois curtir muito o cheirinho, que importa mesmo são eles, independe da marca e do modelo, bom mesmo é o amor e a vida que é linda e linda,sempre.

Image

Ressaltando:

Sei sim das várias críticas a estas grandes redes, como a Baby Gap, já fiz artigos aqui colocando os vários casos envolvendo tráfico humano, uso de trabalho infantil e até mesmo trabalho escravo, que foram encontrados até no Brasil. Mas acredito que poucas empresas, porque sei que até marcas nacionais tem também estes problemas.

Penso que por ser maior a fiscalização fica até mais evidente, tanto que a empresa tem mudado alguns critérios quanto a isso por questões judiciais. A marca teve que adiar por meses a abertura da primeira loja no país devido a isso. Em resumo, melhor que só falar e observar todos os detalhes. E não há o incentivo a uso de uma marca, até porque isto não define e nunca fará uma pessoa melhor.

A informação é necessária e pode ser mais crítica e usual até em assuntos cotidianos, pela escolha, melhor do que levantar uma bandeira por palavras é usar de boa cidadania na prática.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s