Crônica de uma gentileza

Image

Já precisou da gentileza de alguém? Pensei sobre isso e até colocar isso em prática. Um dia qualquer, como estas todas estas segundonas. Precisava resolver algo no banco, não adianta correr, mesmo com a Internet, BanKfone e todas os serviços disponibilizados às vezes é preciso testar a paciência e enfrentar umas horinhas entre senha, fila e às vezes péssimo atendimento. A história é até engraçada, meu cartão e todos os documentos tem meu nome certinho, mas nos documentos confundiram o meu sobrenome com a astrologia ( e a pessoa que vos fala nem acredita em astros, não mesmo). 

Então o trabalho era levantar cedo, pensar no trânsito, mas a solução para este até estava resolvida. Ia de carona com o marido. Ele ia cedo resolver uns problemas para um amigo dele que está internado após um acidente de trânsito( leia aqui, carro, carretinha, disposição e afeto para aguentar toda burocracia para buscar uma moto que ficou no Detran após o condutor acidentado ser levado para o hospital). 

Onde entra a gentileza? Na ajuda ao amigo? Talvez, mas é fácil servir quem amamos, conhecemos, os nossos. E quem a gente não conhece? Marcamos num determinado ponto que ele iria me buscar após concluir o teste de paciência com três órgãos públicos (documentação na Polícia Militar, autorização na Polícia Civil e por fim liberação no Detran). Burocracia é isso mesmo. Enfim, já ficou sem bateria no celular no centro de uma Capital, com ruas lotadas e acredite nenhum orelhão por perto? Onde fica a gentileza?

Os telefones cada vezes mais nos surpreende com seus avanços, mas cada vez a bateria acaba quando precisamos. Ficar sem bateria na segunda-feira é um tanto assim estranho, mas faz parte do recesso de final de ano, esqueci dela! : ). E andei muito e muito atrás de um orelhão, cadê eles? Não sei, não sei mesmo, cadê os telefones públicos? E não teve jeito, a solução era pedir a gentileza de alguém. Tem coragem? Como não, qual é o problema de pedir uma informação, uma ajuda? Até é engraçado. 

“Boa tarde, me faz um favor?” “Não quero comprar nada, estou ocupada.” Ok, mas eu não estou vendendo nada. ” Moça me faz uma gentileza,estou procurando um orelhão …” “Nem moro aqui, não posso te informar.” Ok, obrigada então, vi que não dava para falar. Ops, eu vou naquele funcionário da limpeza urbana. “Oi moço, pode me fazer um favor”. “Posso sim.” “Estou sem bateria no celular, preciso fazer uma ligação urgente a cobrar, tem como me ajudar”. “Até poderia flor, mas estou mesmo sem o celular, ficou com as minhas coisas.” Uma mulher passou, e repeti a pergunta. “Qual a operadora? Pode ligar, tem até crédito.” “Não precisa senhora, vou ligar a cobrar mesmo.”

Mais de trinta minutos em busca de um telefone público, juro que estava disposta até de pagar pelo empréstimo do celular para o recado, mesmo ligando a cobrar. Evitei ir nos homens para evitar também de ouvir baboseiras. Em um minutinho consegui resolver em dois minutinhos. A senhora recusou a oferta de dinheiro. “Imagina filha, coisa mais normal ajudar alguém.” Ela não fazia o tipo de que esteve nas ruas aí em 2013 “gritando” nas manifestações”. Tão pouco deve ter fotos e imagens “de eu sou o humano, o bom e etc” no Facebook, Instagram e companhia. Gentileza, respeito e educação vai além de ser “cult”, eu sou o “politizado”, o “pseudo intelecto”, que isso, como sou especial por isso e aquilo. 

E por fim, tudo acabou bem, com a operação da super gentil senhora. Consegui dizer a minha referência, meu esposo conseguiu resolver todos os trâmites para trazer a moto do amigo. Chegamos em casa e pensei, como no dia-a-dia podemos ser mais gentil, de verdade, muito mais além do que em rede social e companhia. E dá-lhe bateria extra, case com carregador, mas nada melhor que a boa e ótima educação. 

Não deixe o amor correr solto por aí,pegue-o e use.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s