Lincoln vintage de luxo

Final de semana, dia de conhecer um clássico, Lincoln  Continental Mark V. Nada mais do que carro oficial da presidência dos Estados Unidos e não é de se duvidar porque, é confortável e símbolo de luxo.

O pai do clássico é Eugene Turenne Gregorie, que criou entre os anos de 1929 e 1930 (sim época da grande recessão econômica) um conceito de carro luxuoso na  Lincoln Motor Company, em Detroit, Estados Unidos logo chamou a atenção da grande montadora Ford, que em 1939 lançou o primeiro Lincoln Continental. O trabalho que teve a parceria de Edsel Ford resultou num dos carros mais elegantes, com nove gerações, sendo fabricado de 1940 até o ano de 2002, participando da divisão de luxo da Ford Motor Company.

O modelo é de 1979, banco de couro exclusivo, revestimento impecável, com peças confeccionadas em madeira, painel moderninho (para época), motor V8, grandioso, mas que pode chegar acima de 200 Km/h, se bem que não precisa, até porque é um carro que todo mundo quer apreciar.

Lindo é pouco, mas dá até medo de sair por aí com tantos “barbeiros” pelas ruas, o modelo é uma das relíquias que faz parte da Federação Brasileira de Veículo Antigos, valioso, não só preço (acima de R$180.000,00), mas por ter passado por guerras e se mantido como ícone. No meu ponto de vista é superação, o carro foi criado num momento de crise, uma ideia distinta da realidade em que se estava vivendo, queda da bolsa de valores, tensão de guerra, “fora da realidade”.

O luxuoso era fabricado até em momentos de grandes crises financeiras, guerras mundias. Dizem que era uma forma de dizer que a indústria automobilística e do “sonho americano” estava viva, depois da crise de 29 e até da suspensão de construção de carros nos Estados Unidos, após o ataque em Pearl Harbor. Os Continentais que não foram produzidos do ano de 1942 adiante surgiu com grande destaque entre 1946, quando ganhou a grelha na sua parte frontal e mais sofisticação.

O que você está fazendo aí Bru????

Socorro \o/ !!!!!! “Tá ele tinha tomado banho”

Quem não quer dá uma voltinha num carro presidencial?

P.S. Amarelinha de exposição, muito bem protegida, até porque uma voltinha na esquina é R$50,00, consumo alto é bobagem, mas é lindo. Fica para depois as fotos profissionais do ensaio no vintage de luxo.

 

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s