Estas histórias de amor da vida

Li um artigo ontem que me deixou um tanto intrigada, a “pessoa” assinava que era um tanto ilusão acreditar que é possível uma relação estável, baseada nestes princípios de amor para vida inteira, fidelidade conjugal e estas coisas. Não vivo um casamento de conto de fadas, mas real, enfrentamos sim problemas, algumas situações complicadas já passaram em nossas vidas, mas nunca deixamos de acreditar na nossa aliança.

Aliança, isto sim é algo importante para se pensar. Quando fomos convidados, ainda novos, para trabalhar num Ministério de Casais, nós mesmo perguntamos se realmente era o certo, havia às vezes embates entre a gente, briguinhas, implicâncias, foi então que nos deparamos com casais juntos há mais de 25 anos passando por mesmas situações, outros com mais de 10 anos com estas coisas no cotidiano. Então aí que está, casamento não é mesmo esta historinha de príncipe e princesa, mas de homem e mulher, que se dispuseram a ficar juntos numa aliança, formando uma família.

Este mais de dois anos, convivendo com algumas situações tem sido desafios para gente, junto conosco tem mais dois casais, que são responsáveis em organizar encontros e palestras de casais. Então há programações para convivência, outras de trocas de experiência, pensar em especialistas para trazer informações, entre jantares, almoços, reuniões, momentos de oração, estudo e decisão.

Casamento primeiramente é decisão. Você decide fazer aliança com alguém, busca fazer esta pessoa feliz, aprende com o seu companheiro, nos dias que vão viver, todo momento é uma busca. A rotina pode ser cruel, há conflito de personalidade e valores, nem sempre as suas vontades serão primárias. Ao pouco você descobre que não é só teu tempo que deve ser entregue, mas também alguns sonhos, em favor de um caminho que deve ser seguido juntos. As fantasias vão embora, depois disso nasce o compromisso.

Sabe como todas estas coisas não viram problemas e abismo? Quando se tem um sentido, quando se tem um foco, e principalmente a decisão de ficar juntos. Um casal não pode ter rivalidade ( eu e meu esposo torcemos para times de futebol diferente,rs), mas não há disputa. Mulher não quer ser melhor que o homem, e nem vice versa. Você não vai querer magoar quem você ama, tem que haver respeito (deve ter sabedoria até nas brigas), tem que ter lealdade. É muito mais do que sexo casual, até porque tem compromisso, tem companheirismo. Questão de prioridade, sua família tem que está acima de muitas outras coisas.

Há situações sim, não há fantasias, mas casamento é diário, uma história escrita para a vida inteira. São valores que duas pessoas vão passar para filhos, filhos dos filhos, de geração a geração. Fortaleza, aliança, casamento é aliança mesmo, compromisso, que você faz vivendo, dia-a-dia. Tem coisas que só a vivência vai dizer como que é. Mas do muito que tenho na minha família, por tudo que nós já passamos e talvez tenhamos que viver, foi a decisão que tivemos primeiramente em acreditar nas promessas de Deus para nós, também a busca de todo dia em fazer o melhor para nosso caminho.

Acho bom quando alguém nos pergunta: “Como começou esta história de vocês?” Tem tempos, só sei que em vez dele me pedir em namoro ele me perguntou se eu não queria casamento. Quem diria que são quase oito anos, de uma estrada que estamos disposto a caminhar juntos, enfrentando rios, desertos, tempestades ou dias de Sol. Amor e fé juntos sempre.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s