A nossa vaidade de todo dia

Imagem

Todo mundo tem seus sonhos e planos, projetos e traços. Mas não só lutar por eles, também é preciso pensar sobre cada um deles. Até quando o que buscamos não é só uma vaga vaidade? E usamos desculpas para esconder isso, até de nós mesmo. Uma pós graduação, um determinado investimento, uma cirurgia plástica, podem ser muitas as desculpas para a vaidade.

Mas fazer um curso intensivo não vai melhorar o salário e sucessivamente melhorar a qualidade de vida dos filhos? Talvez, assim como trabalhar em três turnos, você vai ter mais dinheiro para educação deles, para comprar brinquedos. Mas que diferença faz matricular o filho em uma escola referência, seu filho ter o brinquedo que ele sonha, porém que bom seria se muitos pais pudessem participar mais da educação dos seus rebentos, se possível brincar com eles. Uma festa de um ano não se repete, o Sol de hoje, nasceu ontem, pode se levantar amanhã, mas a luz e o dia serão sempre únicos, assim como o ser humano, exclusivo.

Esta é a diferença que se tem entre a vaidade e a necessidade, e entre ela uma linha tênue de homogenização. Como quem acha que só vai ser feliz sendo o mais bonito, o mais interessante,   chega a ser o transtorno de personalidade narcisista (quanta gente eu tenho vontade de mandar se tratar, \o/). Não somos humildes (que é ação de sabedoria, não de falta de dinheiro ou escolaridade) em muitas vezes assumir que queremos sim, muito pelo ego, pela vaidade. Em troca citamos o bem comum, o bem da família, o nosso futuro incerto, claro a autoestima ( só se for uma ALTA mesmo).

Até certo ponto não é nada errado sonhar, querer os outros, bom é saber que em tudo há escolhas, há limites e principalmente saber o que é realmente vaidade. Vaidade em si é humana, sempre vai ser, por mais que os pavões pareçam esnobes, somos campeões nisso. Mas o que não vale é esconder atrás de desculpas para si mesmo, as coisas ficam melhores quando temperadas com a verdade. E quem acha que está livre da vaidade, talvez já foi totalmente consumido por ela.

Vaidosos que acham estar garantidos por um salário, por uma posição, por uma situação. Vaidade de quem acha que muito se tem pelas palavras que lhe iludem os pensamentos. Vaidade em achar que as coisas acontecem só porque a gente quer, tão pouco a vida não é interessante simplesmente por ser surpreendente. É Deus que guia, somente!

Quem manda no vento? Direciona para o Norte ou o Sul? 

“O que o homem ganha com todo o seu trabalho em que tanto se esforça debaixo do sol?Gerações vêm e gerações vão, mas a terra permanece para sempre. O sol se levanta e o sol se põe, e depressa volta ao lugar de onde se levanta. O vento sopra para o sul e vira para o norte; dá voltas e mais voltas, seguindo sempre o seu curso.Todos os rios vão para o mar, contudo o mar nunca se enche; ainda que sempre corram para lá, para lá voltam a correr. Todas as coisas trazem canseira. O homem não é capaz de descrevê-las; os olhos nunca se saciam de ver, nem os ouvidos de ouvir. O que foi tornará a ser, o que foi feito se fará novamente; não há nada novo debaixo do sol. Haverá algo de que se possa dizer: “Veja! Isto é novo! “? Não! Já existiu há muito tempo; bem antes da nossa época. Ninguém se lembra dos que viveram na antigüidade, e aqueles que ainda virão tampouco serão lembrados pelos que vierem depois deles.”  Eclesiastes 1:3-11

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s